Luzes de natal estão em falta por causa de Stranger Things

Uma cadeia de lojas do Reino Unido até colocou um aviso: "Não nos responsabilizamos por ataques de demogorgons neste natal"

Coisas estranhas estão acontecendo na B&Q, uma cadeia inglesa de lojas de objetos para casa: desde o lançamento de Stranger Things pela Netflix, em junho, as luzes de natal são achados cada vez mais raros nas filiais.

De acordo com uma nota de imprensa publicada pela B&Q, os estoques de luzes de natal já estão 90% vazios por causa da demanda criada pela série.

A falta de luzes de natal está tão feia que até Mike Norton, diretor de vendas do B&Q, se pronunciou: “A popularidade de Stranger Things teve um efeito completamente inesperado nas vendas dos nossos leds natalinos: foi o nosso melhor ano de vendas desse produto graças à série”. Pena que foi na época errada: a maior parte das compras foi feita em outubro, para festas de Halloween temáticas.

Há dois meses, ninguém se importaria em não encontrar essa mercadoria específica à venda. Mas agora, a poucos dias do natal, os ingleses estão ficando desesperados: está difícil demais encontrar os pisca-piscas coloridos que, na série, são usados por Joyce (Wynona Ryder) para entrar em contato com o filho, Will (Noah Schnapp), no Mundo Invertido. Tanto que a gigante inglesa decidiu fazer um apelo brincalhão aos clientes:

“Atenção: este produto não deve ser usado para contatar o Mundo Invertido”. Eeeeeita.

“Atenção: este produto não deve ser usado para contatar o Mundo Invertido”. Eeeeeita. (B&Q)

A loja também diz que a B&Q “não pode se responsabilizar” por danos causados por demogorgons [o monstro da série] neste natal. Pelo menos, eles entraram na brincadeira, né?

Texto publicado originalmente no site Superinteressante.