Jovens católicos se manifestam contra Madonna na Polônia

A cantora se apresentará em Varsóvia em agosto

Varsóvia – Mais de 14 mil jovens católicos já assinaram um abaixo-assinado contra o show que a cantora Madonna apresentará em Varsóvia no próximo mês de agosto, um evento que ‘ofende Jesus Cristo e promove o homossexualidade, segundo os organizadores desta campanha que espera obter 100 mil assinaturas.

‘Já superamos as 14 mil assinaturas’, informa nesta sexta-feira o site ‘Protestuj.pl’, que traz uma imagem da cantora similar a crucificação de Cristo, incluindo a coroa de espinhos, ao lado do título ‘Não vou ao show da Madonna’.

‘As atuações de Madonna atacam à fé católica, já que a cantora durante seus shows ofende Jesus Cristo, incendeia crucifixos e se insinua usando com coroa de espinhos. Ela também promove o homossexualidade, a voluptuosidade ao beijar outras mulheres e a pornografia ao fazer gestos e adotar posturas impróprias’, assinala um texto no site.

O próximo 1º de agosto, data do show, é um dia de feriado na Polônia, uma data em que se lembra a revolta dos varsovianos contra a ocupação nazista em 1944. Diante deste fato, várias organizações de ex-combatentes também se mostraram contrários à presença de Madonna em um dia tão significativa para o país.

O último concerto de Madonna realizado em Varsóvia ocorreu em 2009 e no dia 15 de agosto, o dia de Nossa Senhora e das Forças Armadas, celebrado com um feriado nacional.

Na ocasião, o show de Madonna também foi muito criticado e contou com uma forte oposição de grupos ultracatólicos e ultraconservadores, que chegaram considerar a cantora americana como uma pessoa satânica.

Apesar das criticas, o último show de Madonna em Varsóvia contou com a presença de aproximadamente 100 mil pessoas, os quais não se importaram em acompanhar a apresentação da ‘rainha do pop’ mesmo com a presença de opositores. Na porta do evento, eles distribuíam panfletos e exaltavam a suposta ‘maldade’ de Madonna através de um megafone.