John Terry, do Chelsea, é absolvido da acusação de racismo

O julgamento durou cinco dias

Londres – O zagueiro inglês do Chelsea John Terry foi absolvido nesta sexta-feira da acusação de racismo que pesava contra ele, ao término de um julgamento de cinco dias na Corte de Magistrados de Westminster de Londres.

Terry era acusado de ter insultado Anton Ferdinand, do Queens Park Rangers, em uma partida em 23 de outubro de 2011.