Holanda chega a São Paulo e isolamento frustra torcida

Cerca de 30 torcedores que esperavam pela delegação não tiveram como chegar perto dos jogadores

São Paulo – A delegação da Holanda chegou no início da tarde ao hotel Pullmann, na região do Ibirapuera, onde ficará hospedada em São Paulo até o jogo da próxima quarta-feira, pelas semifinais da Copa do Mundo, contra a Argentina.

O quarteirão da Rua Joinville, entre as ruas 23 de maio e Caravelas, onde fica o hotel, foi interditado por tropas da Polícia Militar e do Exército.

Devido ao isolamento, os cerca de 30 torcedores que esperavam pela delegação não tiveram como chegar perto dos jogadores, que desembarcaram do ônibus sem conversar com os jornalistas.

O universitário Leonardo Guardia, de 19 anos, foi até o hotel vestindo uma camisa da seleção holandesa e disse que torcer por uma vitória do time sobre a Argentina na partida marcada para começar às 17 horas da próxima quarta, no Itaquerão.

Caso a Holanda se classifique e encare o Brasil na decisão, porém, ele garantiu que torcerá pela seleção brasileira.

“Sou fã do futebol holandês, e como moro na Vila Mariana (bairro onde fica o hotel) resolvi ver a chegada deles”, disse o estudante, que não conseguiu se aproximar dos ídolos Van Persie, Sneijder e Robben.

Ainda nesta segunda-feira, a seleção holandesa realizará um treino fechado no estádio do Pacaembu, a partir das 18 horas.