Fotógrafa mostra como é o padrão de beleza de cada cultura

Usando programa de edição Photoshop, ela revela o que é considerado bonito em diferentes países do mundo

São Paulo – O conceito de beleza não é único. Além de mudar ao longo do tempo, ele também varia de acordo com a cultura de cada lugar. A fotógrafa americana Esther Honig criou um projeto para mostrar exatamente isso.

No trabalho chamado “Before & After”, ela recorreu ao programa de edição de imagens Photoshop para adaptar sua própria fotografia ao que é considerado belo em mais de 20 países.

Em seu site, Esther informa que contou com a ajuda de aproximadamente 40 pessoas de diferentes nacionalidades, que tinham conhecimento sobre a ferramenta (profissionais e amadores).

Cada indivíduo recebeu dela um valor entre 5 e 30 dólares para que simplesmente a “deixassem bonita”, segundo seus padrões pessoais e, claro, culturais. O resultado foi, para ela, uma seleção de imagens “intrigantes e perspicazes” a seu modo.

“Photoshop nos permite alcançar nossos padrões inatingíveis de beleza, mas quando comparamos esses padrões em uma escala global, atingir esse ideal fica ainda mais ilusório”, escreveu em seu site.

Confira a seguir as imagens do projeto “Before & After”.