Floresta ecológica no deserto do Saara vai virar realidade

São Paulo – Vai sair do papel o projeto de uma floresta no inóspito deserto do Saara. A organização Bellona, que conduz a ideia, assinou um acordo junto aos governos da Noruega e da Jordânia, que vão financiar a inovação.

Apresentado durante a COP 15, em 2009, o projeto utiliza ciência e tecnologia para desenvolver regiões áridas, castigadas pela condições climáticas, transformando em lugares férteis. Segundo a organização, a floresta ecológica será implementada em uma área de 200 mil metros quadrados, ao sul de uma pequena cidade da Jordânia, próxima ao mar vermelho. 

O projeto propõe a utilização da energia solar concentrada e de estufas de água salgada para criar uma cadeia de energia e soluções agrícolas, gerando um desenvolvimento sustentável.

A ideia, que deverá virar realidade em 2015, foi desenvolvida pelo arquiteto Michael Pawlyn, pelo designer Charlie Paton e pelo engenheiro Bill Watts. Eles esperam que, com o tempo, a área possa se transformar em grande vale, florescendo com árvores que podem absorver dióxido de carbono do ar.