Filme com Sônia Braga concorre ao prêmio máximo em Cannes

“Aquarius” é um drama com pitadas de suspense que dá foco aos conflitos humanos

Começa hoje a 69º edição do Festival de Cannes, o mais importante do cinema, e tem filme brasileiro concorrendo ao prêmio principal! “Aquarius” é estrelado por Sonia Braga e assinado pelo pernambucano Kleber Mendonça Filho, que dirigiu e também roteirizou o filme. Esse é o segundo longa de ficção do cineasta, o primeiro foi “O Som ao Redor”, produção escolhida para representar o Brasil na corrida pela indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, em 2014.

Assim como em “O Som ao Redor”, “Aquarius” é um drama com pitadas de suspense que dá foco aos conflitos humanos. Sônia Braga vive a personagem Clara, uma senhora viúva e aposentada que mora no último prédio antigo da Av. Boa Viagem, em Recife. O edifício – que se chama “Aquarius” – está na mira de uma construtora interessada em colocá-lo abaixo para modernizar de vez a região, mas Clara é contrária à ideia.

O cerco começa a se fechar quando ela torna-se a única moradora que não concorda em vender seu apartamento e então entra em conflito com a construtora. Nesse processo, a personagem passa por momentos de aflição na rotina diária e começa a refletir profundamente sobre seu passado.

A Palma de Ouro é o prêmio máximo de Cannes e “Aquarius” tem concorrentes de peso como o aguardadíssimo “Julieta”, de Pedro Almodóvar; “American Honey”, de Andrea Arnold; “The Last Face”, de Sean Penn; e “La Fille Inconnue”, dos irmãos Jean Pierre e Luc Dardenne. Sônia Braga disputa como Melhor Atriz com estrelas do calibre de Marion Cotillard, Charlize Theron e Juliette Binoche

A atriz pode ter ficado algum tempo afastada de grandes papéis, mas ninguém duvida que ela ainda tem folego de sobra para brilhar como nos velhos tempos. Para quem não sabe, Sônia tem um currículo invejável na nata das premiações. Ela já concorreu a três Globos de Ouro, um Emmy e um Bafta, além de ter vencido o Festival de Gramado duas vezes.

Quer mais? Pois saiba que “O Beijo da Mulher Aranha” colocou ela no mapa de Hollywood ~apenas~ por ser a primeira produção independente da história a concorrer ao Oscar de Melhor Filme. Aos 65 anos, essa é a estreia da atriz em Cannes e já estamos ansiosas para vê-la finíssima no tapete vermelho!

“Aquarius” será exibido pela primeira vez na próxima terça-feira (17), mas infelizmente ainda não tem previsão de estreia no circuito comercial.  O longa também conta com os maravilhosos Irandhir Santos e Maeve Jinkings no elenco. Vale a pena ficar de olho para não perder essa grande produção nacional.