Festival exibe 30 filmes de moradores de favelas do Rio

A Mostra, que vai até domingo (2), exibe produções que abordam temas como o cotidiano da periferia, a violência e a relação da favela com a cidade como um todo

Rio de Janeiro - Uma mostra com 30 filmes produzidos por moradores de favelas do <a href="http://www.exame.com.br/topicos/rio-de-janeiro"><strong>Rio de Janeiro</strong></a> começou hoje (29) no Cine Teatro Eduardo Coutinho (Cine Manguinhos), em Manguinhos, na zona norte da capital. </p>

A Mostra de Filmes Imagens e Complexos, que vai até domingo (2), exibe produções que abordam temas como o cotidiano da periferia, a violência e a relação da favela com a cidade como um todo.

Além da exibição de filmes, também serão realizados debates. Segundo a coordenadora da mostra, Fabiana Melo Sousa, a iniciativa busca a integração entre o público, os produtores e os filmes.

Fabiana destacou a grande oportunidade que é para os produtores veicularem suas obras em uma sala de cinema.

“Nas favelas há muitos produtores, e dos bons. Muitos deles produzem e depois jogam seu conteúdo na internet, mas lá é um ‘buraco negro’. Não dá para saber o destino daquela obra. Então, com a mostra, eles poderão sentir a sensação de ter o seu trabalho exibido em uma sala de cinema com lotação de 202 pessoas. Para eles, que em sua grande maioria fazem um trabalho independente, é um grande orgulho e uma grande oportunidade”.

Fabiana disse que a expectativa é de salas lotadas durante os dias de programação. “Fizemos parceria com escolas públicas da região que trarão seus alunos para cá.

É uma oportunidade para essas crianças verem o quão talentosos são os moradores das comunidades e sentirem-se capazes de trilhar o mesmo caminho”.

Os preços são R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 a meia para todos os casos previstos em lei e ainda para os moradores das comunidades de Manguinhos e Jacarezinho que apresentarem uma conta de luz, além dos sócios das Bibliotecas-Parque da SEC. A programação pode ser conferida no site da mostra.

O Cine Manguinhos é o primeiro cinema a ser inaugurado no bairro e tem 202 lugares.