Felipe Neto comanda a primeira série brasileira da Netflix

Com estreia marcada para o próximo dia 9, “A Toca” traz o vlogger de 25 anos em três capítulos de meia hora

São Paulo – A expansão da Netflix chegou ao Brasil, seu principal mercado na América Latina. A rede irá estrear, em 9 de agosto, sua primeira série exclusiva brasileira, “A Toca”, estrelada pelo vlogger Felipe Neto, de 25 anos.

Segundo informações do jornal “O Globo”, a série chega à rede depois de seis meses de negociações, em três capítulos de 30 minutos cada. Baseada em “The Office”, com o formato de falso documentário, “A Toca” mostrará os bastidores da produtora chefiada por Felipe Neto desde 2011, a Parafernalha. Os 30 integrantes da produtora interpretam uma versão ficcional de si mesmos.

As negociações foram longas, mas a escolha de Felipe Neto foi feita pelos algoritmos da Netflix. No Brasil, programas de comédia, como “Pânico”, stand-ups de Rafinha Bastos e Danilo Gentili sempre fizeram muito sucesso na rede.

Segundo Jonathan Friedland, diretor de comunicação global da Netflix, essa evidências mostraram que era hora de produzir um programa de comédia. O vlogger foi o primeiro brasileiro a atingir um milhão de seguidores com seu canal do YouTube, o que chamou a atenção da rede.

Durante as conversas entre Felipe Neto e a Netflix, o vlogger sugeriu adaptar “A toca”, uma série que já circulava pela produtora com as conversas de escritório e os esquetes que saem dela.

Diferente de outras séries da Netflix, lançadas nos 50 países em que a empresa opera, “A Toca” estará disponível apenas localmente. Isso porque, além de ser brasileira, a Netflix acredita que comédias não têm tanta audiência quanto seriados de drama em outros países.