Dicas para manter o ritmo do treino no inverno

Segundo profissional, para as pessoas conseguirem desfrutar do verão com um corpo sarado o grande diferencial está em não se acomodar no inverno

São Paulo – Com a queda de temperatura muitas pessoas ficam propensas a cair em tentação na alimentação e, de sobra, se deparam com aquela preguiça de ir à academia.

Pensando nisso, o professor e coordenador da Runner Leopoldina, Guilherme Lacerda, dá dicas para estimular o corpo nesta época e garantir vitalidade durante o ano inteiro. Segundo o profissional, para as pessoas conseguirem desfrutar do verão com um corpo sarado e uma barriga de dar inveja o grande diferencial está em não se acomodar no inverno.

“Quando a temperatura cai e ficamos indispostos para sair de casa é a hora de separar o joio do trigo e focar no objetivo”, afirma. E completa: “Pessoas que praticam atividades físicas nessa época têm vantagens únicas, como a melhora do apetite e do sono, além de manter uma rotina saudável.”

De acordo com Lacerda, o aquecimento pré-treino é essencial para espantar o frio, pois promove a termogênese corporal, que é o aumento da temperatura do corpo, juntamente com a liberação de vários hormônios, entre eles, a adrenalina e a noradrelina, responsáveis por aumentar a disposição para o treino. Feito o aquecimento é hora de treinar.

“Procure manter o batimento cardíaco mais elevado e evite pausas longas entre as séries, intervalos excessivos podem fazer com que o corpo esfrie e fique mais suscetível a lesões e contraturas musculares”, orienta.

Dicas de exercícios para o frio:

Agachamento: exercício para os membros inferiores – fortalece o quadríceps e glúteos;

Flexão de braço: exercício para membros superiores – trabalha o peitoral e o CORE, parte central do corpo que envolve todos os músculos das costas, abdômen, região pélvica e quadril;

Avanço: exercício para os membros inferiores – enfatiza o quadríceps e glúteos, uma variação do agachamento sendo executado em progressão;

Levantamento Terra: exercício para membros superiores: trabalha o grande dorsal e os estabilizadores da coluna. Excelente exercício para quem quer melhorar a postura por conta da tão indesejada hipercifose, mais conhecida como ‘‘ corcundez’’.

Em baixas temperaturas Lacerda indica ainda a realização de alongamento pós-treino. “É fundamental se agasalhar antes de sair na rua, pois o corpo está muito quente e a temperatura externa bem baixa. Esse choque térmico pode baixar a imunidade e provocar uma gripe inesperada”, sugere o professor.