Cuidado com óleo de coco, pedem cardiologistas

A Associação Americana do Coração diz que, assim como a manteiga, o alimento pode elevar o colesterol e ameaçar a saúde do peito

Mais uma entidade médica coloca em xeque os tão propagados benefícios do óleo de coco. Dessa vez quem soltou um documento sobre o tema foi a Associação Americana do Coração, que reúne cardiologistas dos Estados Unidos.

Segundo o artigo, substituir gorduras saturadas por aquelas mais saudáveis reduz o risco cardiovascular tanto quanto tomar estatinas — drogas clássicas para controlar o colesterol.

“Esses dados reafirmam as evidências científicas de que as gorduras saturadas aumentam o colesterol LDL, uma das principais causas de aterosclerose”, comentou, em um comunicado, Rachel Johnson, professora de nutrição da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos, que assina o artigo com outros pesquisadores. “Além disso, trocar essas gorduras pelas poli-insaturadas diminui a incidência de doença cardíaca”, completou.

Mas e onde entra o óleo de coco nessa história? Ora, de acordo com os experts, 82% das gorduras desse produto são representadas pelas tais saturadas.

E estudos mostram que ele elevaria o colesterol LDL tanto quanto a manteiga, a carne vermelha ou o óleo de palma.

Se você procura óleos mais balanceados, Rachel sugeriu que invista nos de canola, milho, soja, amendoim, cártamo, girassol e nozes.

O azeite, o abacate e as oleaginosas – a exemplo de nozes, amêndoas e castanhas – têm pouca gordura saturada. Na verdade, esses itens seriam compostos basicamente pelas versões monoinsaturadas, associadas a vantagens cardiovasculares.

Agora, se a pessoa gostar do óleo de coco, sem desespero. Usar o produto com moderação dificilmente trará malefícios à saúde. Só não encare-o como um remédio para diferentes males, como já foi dito por aí.

Este conteúdo foi originalmente publicado no site da Saúde.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. com a palavra o cardiologista e nutrólogo Dr. Lair Ribeiro

  2. César Luis Batista Leite

    Trabalho em loja de produtos naturais, nunca vi ninguém aumentar as taxas de colesterol, tem que ver com qual tipo de óleo eles estão fazendo essas pesquisa. Será que só pegaram o óleo e fizeram testes de laboratório e tiraram essa conclusão? Por que os remédios químicos demoram 10 a 15 anos pra entrar no mercado e com relação ao natural fazem uma pesquisinha e dizem que é ruim, não entendo. Esses “especialistas” tem que rever seus conceitos antes de colocar merda na mídia.

  3. Veja isso á verdadeira causa dos riscos cardiovasculares, não tem nada a ver com o colesterol bom ou ruim, e sim o sal ruim que é consumido por nossa população.
    Dr. Leonard Coldwell: https://www.youtube.com/watch?v=kt5A8ssMYsI
    Nós não deveríamos comer sal, Não nós não deveríamos comer sal especialmente, se temos pressão sanguínea alta, isso é o que nos dizem. Ok, é o oposto o problema é que eles estão falando do sal de mesa. Muito freqüentemente o sal de mesa tem um 1/3 é vidro 1/3 de areia 1/3 é sal. Então o vidro com areia arranha ás artérias e elas começam a sangrar, então o colesterol vai lá para parar:. Pra fazer você sobreviver, para parar o sangramento, para que você não sangre até morrer. Então agora “é o colesterol”, repentinamente, é o colesterol a causa da pressão alta, por que ele estreita ás vias sanguíneas. E isso é completamente absurdo, por que você morre por falta de colesterol suficiente, você não morre por excesso. Há pessoas com colesterol de 600(mg/dl) perfeitamente saudáveis nunca ficaram doentes em suas vidas inteiras. Então, o que você faz com um paciente em uma unidade de tratamento de queimados? Você dá a eles de 20 a 25 ovos cozidos por dia. Por que eles sabem que apenas o colesterol pode reconstruir novas células saudáveis realmente rápido. Aproximadamente 87% das nossas células são feitas com colesterol, então de onde vem à fundação para a potencialmente nova célula se você tem uma falta de colesterol? Todo mundo deveria ter pelo menos 250 de colesterol total. Então eles dizem a você que “HDL e LDL são o bom e mal colesterol”, más eles não são nem mesmo colesterol. Eles são proteínas que transportam colesterol. Então eles são muitos estúpidos pra mesmo saberem isso corretamente. Então se você olhar os fatos e olhar o que eles sabem e não sabem, você sabe que:. Dr. Gary Null, agora declarou isso, e muitas outras pessoas: o Profissional Médico, estatisticamente, tem a menor expectativa de vida, de 56 anos de idade a mais alta taxa de abuso de álcool e entorpecentes, ás mais altas taxas de suicídios, apenas a do psiquiatra é mais alta. Então você vai até alguém com a menor expectativa de vida, mais alta taxa de suicídio, mais alta taxa de uso de drogas, pra perguntá-lo como ter uma vida saudável, feliz e longa. Eu acho que você deveria estar pensando sobre o que nós estamos pensando.

  4. Procurem a resposta do Dr Lair Ribeiro no Youtube. Aquele, sim, é artigo científico. O resto é propaganda deslavada.

  5. Jefferson Weiller

    pubmed/26545671-A DIETA DE ROCHELE DE ÓLEO EXTRA VIRGEM DE COCO AUMENTA A COLOLETEROL DE HDL E DIMINUI A CIRCUNFERÊNCIA DA CINTURA E A MASSA DO CORPO EM PACIENTES DE DOENÇA DA ARTERIA CORONÁRIA.
    NTRODUÇÃO:
    A restrição de gordura saturada foi recomendada para a doença arterial coronariana, mas o papel do óleo de coco (Cocos nucifera L.) extra virgem, fonte de ácido láurico no manejo do perfil lipídico permanece obscuro.
    OBJETIVO:
    Para avaliar o efeito do tratamento nutricional associado ao consumo de óleo de coco extra virgem em parâmetros antropométricos e perfil lipídico.
    MÉTODOS:
    Realizamos um estudo longitudinal de 116 adultos de ambos os sexos apresentando CAD. Os pacientes foram seguidos em duas etapas: o primeiro estágio (basal-3 meses), tratamento nutricional intensivo. No segundo estágio (3-6 meses), os sujeitos foram divididos em dois grupos: grupo de dieta associado ao consumo de óleo de coco extra virgem (GDOC) e grupo de dieta (DG). Foram realizadas medições antropométricas mensais: massa corporal, circunferência da cintura (WC), circunferência do pescoço (PP), índice de massa corporal (IMC). Calibrou a pressão arterial coletada e as amostras de sangue foram submetidas a jejum durante 12 horas, para análise de colesterol total e frações apoproteínas (Apo A-1 e B), glicose, hemoglobina glicada (HbA1C), insulina (I). Comparando as médias no início e no final do estudo, empregando o Student pareado independente de t. E definir a pressão arterial diastólica por IMC usando ANOVA. As análises foram realizadas utilizando o pacote estatístico SPSS, sendo significativa p <0,05.
    RESULTADOS:
    A idade média da população foi de 62,4 ± 7,7 anos, 63,2% do sexo masculino, 70% idosos, 77,6% infartados, 52,6% com angina, hipertensão e dislipidemia 100%. Na primeira etapa, o tratamento nutricional reduziu o peso corporal, WC, IMC e PP e concentrações de insulina, HbA1C, HOMA-IR e RÁPIDO, sem alterar os outros parâmetros. No segundo estágio do estudo, observou-se que o GDOC manteve a redução da massa corporal, IMC, WC, com diferença significativa entre os grupos para DC (-2,1 ± 2,7 cm; p <0,01). Além disso, houve aumento nas concentrações de HDL-C, Apo A, com diferença significativa na GD, apenas para HDL-C (3,1 ± 7,4 mg / dL; p = 0,02).
    CONCLUSÃO:
    Observou-se que o tratamento nutricional associado ao consumo de óleo de coco extra virgem reduziu o CC e o aumento dos níveis de HDL-C em pacientes com DAC.
    Copyright AULA MEDICA EDICIONES 2014. Publicado por AULA MEDICA. Todos os direitos reservados.

  6. Jefferson Rocha

    Parabéns exame como podem!? São todos vendidos! Trazem notícias sem fundamento, tudo pq com o aumento da procura de produtos naturais os produtos industrializados estão correndo riscos de perder mercado. Informações inúteis. Exame ou vexame?! Assim como a Globo com programas que induzem o povo ao erro e ainda pedem para o povo comer óleo de canolaaaaaa… Nem existe óleo de canola, mais um produto industrializado que serve para limpar banheiro, não nem para isso serve!

    1. Erlandia Chaves

      Também acho

  7. Claudio Kruger

    Achava que a revista exame era mais sério nas suas informações, agora vejo que está corrompida assim como a rede esgoto, não adianta com o advento da internet o povo está ficando mais bem preparado informalmente. Deixem de ser comprado pela mala preta revista vexame e fiquem do lado verdade, por que eu pulei fora depois de uma mentira dessa. Lamentável!

    1. Claudio Kruger

      É tem mais eu me orgulho de ser brasileiro, pois temos o melhor cardiologista nutrologo do mundo.
      Dr. Lair Ribeiro.
      Consultem a verdade com ele e ponto final.

    2. Selma Rabelo

      Muito bem dito !! Parabéns.

  8. Erlandia Chaves

    Que papel ridículo, deviam falar da margarina, dos olhos refinados e o drogados, agora do óleo de coco. Palhaçada

  9. JOVELINO PINTO SILVA Silva

    Vão Tomar o Leite de vcs Exame . Muito obrigado pela Disinformação..

  10. Selma Rabelo

    Vamos parar com essa coisa ridícula de estar denegrindo o óleo de coco. Vcs deveriam condenar é o óleo de soja, canola que se amontoam nas gôndolas dos supermercados e que fazem tanto mal pras pessoas. Mas como financeiramente não é conveniente prós empresários, aí os “defensores da saúde pública” se calam.

  11. Adalberto Leme

    Muito boa informação

  12. Joao Paulo Martignago

    Mais nem nos antigos livros de piadas do Costinha, li tanta besteira. Eh muito lixo para uma matéria soh…

  13. Gilson Kiyota

    Matéria encomendada por:
    ILUMINATTIS

  14. Elaine Marriel

    Cuidado mesmo gente, isso pode acabar com a indústria do “remédio”.
    Triste matéria!
    É de propósito?
    A ignorância é uma benção!

  15. Edineida Paiva Mendes Loiola

    Nao acredito nessa materia pois todos que falam a verdade sao bombardeados aprendi fazer varios produtos do coco e eu e minha familia consumimos antes tinha problemas de retencao de liquido,pressao alta ,prisão de ventre aconcelho a todos aprenderem a fazer e usar os produtos originados do coco.Existem millhoes de artigos cientificos sobre o uso do coco entrem e comprovem .E se o coco faz mal porque estao recomendando noses e amendoa se o coco tambem e uma amêndoa? Quando vi os videos fiquei ate com medo de tirarem do ar vou salvar todos.

  16. Isaias Ribeiro

    Quanta besteira ,só pode fazer parte da indústria farmacêutica !

  17. Isaias Ribeiro

    Doutor Lair ribeiro esse sim sabe o que fala

  18. Exame.. existem milhares de artigos documentados comprovando ciêncitficamente o uso benéfico do oleo de coco.. palavras de dr lair ribeiro.. deem uma passada em sua pagina no youtube e assistam os videos do dr lair falando do oleo de coco.. nao ataquem um alimento benefico em troca de informações sem fundamento.