Com carroceria targa, nova Ferrari J50 terá apenas 10 unidades

Baseada na 488 GTB, novo modelo tem design exclusivo e teto removível de fibra de carbono

A Ferrari acaba de apresentar no Japão mais um de seus lançamentos especiais comemorativos aos 70 anos da marca – meses atrás, a empresa afirmou que ofereceria nada menos que 350 unidades exclusivas baseadas em seus carros de série.

A nova J50 segue o que foi dito. Tendo como base a 488 GTB, ela traz uma carroceria targa de dois lugares, com coberturas individuais de fibra de carbono que podem ser acomodadas atrás dos bancos.

O estilo é marcado por uma linha negra vincada que borda toda a dianteira, seguindo em ascendente pelas laterais até terminar nas entradas de ar, dando uma impressão de perfil mais baixo e em cunha do que a 488 GTB original – além de remeter ao mesmo recurso visual utilizado nas Ferrari GTO, F40 e F50.

Ferrari J50

Ferrari J50 (Divulgação)

Na dianteira, o capô tem o centro rebaixado, com dois scoops de fibra de carbono. Faróis full led e para-choques também são novos. Os vidros laterais dão continuidade à área envidraçada do para-brisa, criando um efeito de “capacete” no interior.

Ferrari J50

Ferrari J50 (Divulgação)

Logo atrás dos santantônios, uma estrutura em forma de aerofólio conecta as duas colunas B – outra característica inspirada nas Ferrari de antigamente, O motor V8 de 3,9 litros com nova calibragem, capaz de produzir 690 cavalos, tem uma cobertura transparente de policarbonato.

Ferrari J50

Ferrari J50 (Divulgação)

A traseira não foi muito explorada nas fotos de divulgação publicadas até o momento, mas mostra algumas peculiaridades, como as quatro lanternas circulares emolduradas por um spoiler de fibra de carbono.

Ferrari J50

Ferrari J50 (Divulgação)

Criada pelo departamento de projetos especiais da Ferrari, a J50 terá apenas 10 unidades produzidas, cada uma delas personalizada de acordo com as preferências do cliente. O modelo exibido tem interior semelhante à da 488 GTB, mas todo revestido de couro Alcantara.

Essa matéria foi originalmente publicada no portal Quatro Rodas.