Cineasta Michael Haneke vence o Príncipe das Astúrias

O cineasta austríaco, de 71 anos, é reconhecido por filmes como "Amor", "Funny Games" e "A Fita Branca"

Madri – O cineasta austríaco Michael Haneke foi anunciado nesta quinta-feira como o vencedor do prêmio Príncipe das Astúrias das Artes de 2013.

Haneke, Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2012 com o filme “Amor”, recebeu este ano o Oscar de filme estrangeiro pelo longa-metragem que aborda a história de um casal de octogenários em Paris.

O filme, protagonizado pelos franceses Jean-Louis Trintignant, de 81 anos, e Emmanuelle Riva, de 85, também recebeu o Globo de Ouro, o Bafta britânico, o prêmio Independent Spirit e o César francês.

Na votação do júri, Haneke superou o coreógrafo cubano Carlos Acosta Quesada, a artista sérvia Marina Abramovic, o criador americano e Brice Nauman e o compositor estoniano Arvo Pärt.

O cineasta austríaco, de 71 anos, é reconhecido por intensos dramas psicológicos como “Funny Games” e “A Fita Branca”.

Além do trabalho no cinema, Haneke também fez incursões no mundo da ópera e dirigiu duas obras de Mozart, “Don Giovani” e “Cosí fan tutte”.