Cartier lembra relógios com corda dada por sistema de chaves

A marca quis relembrar os tempos em que inserir uma chave e dar corda num relógio era uma prática comum

Entre os grandes expositores do Salão Internacional de Alta Relojoaria de 2015, está a Cartier e seus esperados lançamentos para o ano.

Uma de suas principais atrações para 2015 ficou por conta do modelo Cartier Clé de Cartier, com claras inspirações setentistas, caixa ovalada e mostrador perfeitamente redondo, complementados por uma coroa quadrangular.

A apresentação do modelo ressaltou o novo toque no momento de dar corda e ajustar o relógio, além de seu conforto ao vestir.

A palavra Clé, em francês, significa chave. A marca quis, então, relembrar os tempos em que inserir uma chave e dar corda num relógio era uma prática comum.

Para este novo relógio, o movimento 1847 MC foi criado.

Duas peças masculinas, com 40 mm de diâmetro, caixa em ouro branco ou ouro rosa; e outras três femininas, em ouro rosa com diamantes, de 31 mm, ouro branco e ouro branco cravejado, com 35 mm.

Como funções, horas, minutos e segundos centrais indicam os dados sobre índices romanos.

Uma janela de data é apresentada na posição de 6 horas.

De acordo com a marca, os modelos custarão a partir de € 13 mil, sem adição de impostos.

A Cartier possui loja própria em São Paulo, no Shopping Cidade Jardim.