Cantor Jerry Adriani morre aos 70 anos no Rio

Ele estava internado em tratamento contra um câncer e vinha relatando seu problema de saúde desde meados de março por meio das redes sociais.

São Paulo – O cantor Jerry Adriani, um dos ícones da Jovem Guarda, morreu hoje aos 70 anos no Rio de Janeiro.

Ele estava internado em tratamento contra um câncer e vinha relatando seu problema de saúde desde meados de março por meio de suas redes sociais.

De acordo com a biografia do seu site oficial, Adriani nasceu em 29 do janeiro de 1947, no bairro do Brás, em São Paulo.

Ele iniciou sua carreira como cantor profissional em 1964 com um disco em italiano e passou a gravar em português no ano seguinte.

Adriani comandou, entre 1967 e 68, o programa A Grande Parada na TV Tupi junto com Neyde Aparecida, Zélia Hoffmann, Betty Faria e Marilia Pera. O musical ao vivo apresentava nomes importantes da MPB.

Teve uma parceria marcante com Raul Seixas antes que o maluco beleza ficasse famoso. Gravou músicas de Raul e foi produzido por ele entre 1969 e 1971.

Adriani também teve passagem pelo cinema com os filmes “Essa Gatinha a Minha”, “Jerry, A Grande Parada” e “Jerry em busca do tesouro” e pelo teatro com o musical “Brazilian Follies”, de 1975.

Teve músicas na trilha sonora das novelas “A Indomada” e “Zazá”, da Rede Globo, e participou da novela “74.5 Uma Onda no Ar”, da Manchete.

Em 1999, lançou um disco com músicas do Legião Urbana gravadas em italiano que vendeu mais de 200 mil cópias. Em 2007, gravou seu primeiro DVD.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Claudiomir Temp

    Jerry Adriani nunca será esquecido, vc é o ícone da Jovem Guarda e Rock Nacional!Muito obrigado por ser referência como músico,apresentador ,ator e como pessoa,abraços brother!