Cantor George Michael morre no Reino Unido, aos 53 anos

Cantor britânico morreu "pacificamente em casa", mas a família não divulgou detalhes

Londres – Morreu neste domingo (25) no Reino Unido o cantor George Michael, aos 53 anos, segundo informou seu agente. O artista ficou conhecido com a banda WHAM!, no início dos anos 1980, e depois partiu para carreira solo, mas sua vida foi recheada de controvérsias.

Intérprete de sucessos como “Wake Me Up Before You Go-Go”, “Young Guns (Go For It)” e “Freedom”, ele teria falecido “pacificamente em casa”, mas não há detalhes sobre o motivo da morte.

A polícia britânica confirma que uma propriedade localizada em Goring, em Oxfordshire, foi atendida por uma ambulância.

“É com grande tristeza que podemos confirmar que o nosso amado filho, irmão e amigo George morreu pacificamente em casa durante o período de Natal. A família pede que sua privacidade seja respeitada neste momento difícil e emotivo. Não haverá mais comentários neste período”, afirmou o agente do cantor.

Michael, cujo nome de batismo era Georgios Kyriacos Panayiotou, era filho de um restaurador cipriota e nasceu em Londres em 1963. Formou o WHAM! com seu colega de escola Andrew Ridgeley em 1981 e partir de 1986 seguiu carreira solo, vendendo mais de 100 milhões de discos.

Abertamente homossexual, foi casado com Kenny Goss. Teve várias ocorrências com a polícia por porte de drogas e dirigir alcoolizado. Em 1998 foi preso após ser flagrado por um policial praticando atos libidinosos em um banheiro público.

Fonte: Associated Press.