Brasil usa a bola parada como arma contra a Alemanha

Seleção aumentou bastante os treinos com bola parada desde o gol de David Luiz, contra a Colômbia

Teresópolis – O crédito de David Luiz como cobrador de faltas da seleção aumentou bastante desde o último jogo, contra a Colômbia, no qual fez um gol numa finalização da intermediária.

Nesta segunda-feira, no final do treino na Granja Comary, o zagueiro ficou em campo mais 20 minutos, ao lado de Daniel Alves, Willian, Marcelo, Hernanes e Bernard.

Todos treinaram cobranças próximas ou distantes da área. David foi quem teve o melhor aproveitamento nos chutes de longa distância.

Orientado algumas vezes por Felipão, que ajudava a formar a barreira, David Luiz mostrou que pode repetir nesta terça a façanha da última partida.

Recebeu muitos elogios do técnico. Já nas proximidades da área, notadamente em faltas do lado direito do ataque do Brasil, Marcelo foi quem mais se destacou, seguido de Willian.

Mudança

Felipão buscou, no treino desta segunda, aprimorar algumas jogadas que antes ficavam sob responsabilidade de Neymar, afastado do grupo devido a uma fratura de vértebra.

O craque era o escolhido para as faltas na entrada da área e foi assim que fez um gol no jogo contra Camarões, ainda na fase de grupos.

Neymar também corria de um lado para outro a fim de cobrar escanteios. Felipão decidiu agora que essas jogadas devem ser executadas por Oscar ou Hulk.

Na área, para tentar o cabeceio, se deslocavam David Luiz e Dante, que substituirá Thiago Silva, e Fred também se mexia para se antecipar à zaga.

Nos escanteios a favor do ataque do Brasil, Marcelo, Daniel Alves (ou Maicon) e Fernandinho ficavam na proteção. Nesta segunda, Felipão não fez nenhum treino específico para a defesa brasileira. Preocupou-se principalmente em ajustar o ataque.

Embora a semifinal desta terça possa acabar sendo definida nos pênaltis, se terminar empatado no tempo normal e na prorrogação, Felipão não intensificou o treino dessas cobranças.

Foi uma parte rápida da atividade, com uma chance apenas para cada um. Somente Fred chutou duas vezes e marcou em ambas.