Brasil quer começar com o pé direito no basquete feminino

Confronto entre Brasil e França é o mais importante da primeira rodada

Londres – A seleção brasileira feminina de basquete quer começar sua participação nos Jogos Olímpicos de Londres com uma vitória diante da França, um adversário com chances de pódio e que exigirá o máximo potencial da equipe comandada pelo técnico Luís Cláudio Tarallo.

O confronto entre Brasil e França é o mais importante da primeira rodada e servirá de referência para se medir o nível que será necessário superar para se chegar a uma medalha.

A seleção brasileira é a que levou mais tempo na preparação para os Jogos – quase três meses – e, assim como a masculina, quer surpreender o basquete internacional.

O embate no garrafão, com destaque para Erika, e a organização defensiva serão fundamentais para ambas as equipes, que estão no grupo B, que tem ainda Austrália, Canadá, Grã-Bretanha e Rússia.