Antes livre, “A Lagoa Azul” agora é só para maiores de 12 anos

Ministério da Justiça anunciou nova classificação indicativa do filme

São Paulo – Você já deve ter visto o clássico “A Lagoa Azul” mais de uma vez, certamente.

O filme, um queridinho de SBT e TV Globo, tantas vezes reprisado na Sessão da Tarde, sempre teve sua classificação indicativa descrita como “Livre”.

Isso mudou. Após reclamações recentes, o Ministério da Justiça julgou que o filme deve ser para maiores de 12 anos.

A decisão, anunciada ontem (20) no Diário Oficial da União, aconteceu porque uma pessoa entrou com uma reclamação formal.

A Globo passou o filme pela última vez em março.

O pedido de reclassificação foi acatado porque o filme conta com cenas de “apelo sexual” e também há “ato violento”.