Dólar R$ 3,27 -0,31%
Euro R$ 3,66 0,08%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,60% 62.662 pts
Pontos 62.662
Variação 1,60%
Maior Alta 9,53% JBSS3
Maior Baixa -1,42% EMBR3
Última atualização 23/05/2017 - 17:20 FONTE

Almodóvar sai em defesa de Bertolucci sobre cena de estupro

"Tenho certeza que o roteiro era bem conhecido e estava pactuado", declarou Almodóvar

Breslávia – O diretor Pedro Almodóvar lamentou neste sábado que “o sensacionalismo” tenha triunfado nas recentes acusações contra o cineasta italiano Bernardo Bertolucci por algumas cenas do filme “O Último Tango em Paris”.

“Tenho certeza que o roteiro era bem conhecido e estava pactuado”, declarou Almodóvar em Breslávia, na Polônia, onde se encontra para participar da festa dos Prêmios do Cinema Europeu, nos quais seu filme “Julieta” é um dos favoritos desta edição.

“Eu nunca poria um intérprete em risco, nem psíquico nem físico”, disse o espanhol, que considerou que no caso do filme de Bertolucci estaria tudo pactuado entre diretor e atores, além de opinar que há problemas atuais mais relevantes.

“São acusações que tanto tempo depois já não têm importância”, disse o cineasta sobre a polêmica gerada após a divulgação de uma entrevista de Bertolucci de 2013 na qual assegurava que não informou à protagonista, Maria Schneider, das mudanças na controvertida cena de estupro de “O Último Tango em Paris”.

Essas declarações foram relativizadas pelo próprio Bertolucci há poucos dias, quando divulgou um comunicado no qual assegurava que Schneider conhecia a cena com antecipação e a “única novidade” era a manteiga que Marlon Brando usou como lubrificante.