5 hábitos do executivo saudável (adote já!)

Confira as dicas para levar uma vida mais leve e menos estressante

Hábito 1: Prefira as escadas

Diga adeus aos elevadores! Segundo o Centro de Medicina Preventiva do Hospital Albert Einstein, dos quase 7 000 executivos avaliados em uma pesquisa realizada em 2011, 43% apresentavam sobrepeso e 55,3%, circunferência abdominal aumentada, sinal de risco de síndrome metabólica – encrenca que engloba colesterol alto, hipertensão e diabete. Um dos fatores por trás desse quadro – claro – é o sedentarismo. “Manter-se ativo fisicamente, além de atenuar as ameaças para a saúde, aumenta a disposição e melhora a produtividade”, diz Antonio Herbert Lancha Jr., professor da Escola de Educação Física da Universidade de São Paulo (USP). “Se a agenda apertar, dar uma volta no quarteirão quando for almoçar ou subir as escadas em vez de ir pelo elevador faz diferença, os ganhos aparecem e motivam a continuar.”

 

 

Hábito 2: Não pule refeições

A orientação é priorizar um cardápio leve e não ficar muitas horas sem comer. Portanto, nada de ficar sem café da manhã. Em levantamento feito pela área de Pesquisa e Inteligência de Mercado da Editora Abril sobre os impactos da rotina moderna na busca pela vida saudável, 35% dos participantes alegam o dia a dia corrido como uma das barreiras para ter uma alimentação saudável. “Se já sabe que vai ter um dia difícil, programe-se para almoçar ao menos uma salada. Não é o ideal, mas não se alimentar é pior, até porque atrapalha o rendimento”, alerta a nutricionista Luciana Lancha. O importante é driblar a fraqueza, indisposição e sonolência, sintomas de fome oculta, síndrome cada vez mais comum no mundo e que é resultado de um cardápio pobre em vitaminas e minerais.

 

 

Hábito 3: Na pressão, respire fundo!

De acordo com a International Stress Management Association no Brasil (Isma-BR), que ouviu 1 000 pessoas em cargos de gestão em 2015, 89% desses profissionais relatam quadro de ansiedade. Presidente dessa instituição que se dedica ao estudo do estresse, a psicóloga Ana Maria Rossi faz duas recomendações. “Para enfrentar os momentos de pressão, puxe o ar profundamente pelo nariz, inflando a barriga como se fosse um balão. E vá soltando devagar”, ensina. “A técnica aumenta o fluxo sanguíneo na área do cérebro associada ao controle emocional.” Outra medida que costuma dar resultados duradouros é ampliar a sensação de reconhecimento e gratificação, com trabalhos voluntários ou um hobby.

 

 

Hábito 4: Cuide do seu sono

Reduzir as horas de sono para dar conta das demandas é um enorme perigo. As noites maldormidas provocam dificuldade de concentração e de tomada de decisões, obrigando a um ritmo ainda mais intenso de trabalho durante o dia. Para escapar desse círculo vicioso, são três passos simples: evite comidas pesadas e bebidas alcoólicas ou estimulantes algumas horas antes de ir para a cama; aprenda a se desconectar dos eletrônicos, como seu celular; e tente manter seu horário de dormir.

 

Hábito 5: Respeite o seu tempo

“Não estabelecer limites, ficar disponível para o trabalho inclusive no fim de semana e exigir o mesmo dos subordinados tem seu preço”, avalia Esdras Vasconcellos, psicólogo e professor da USP. “Eleva a ansiedade e o sentimento de frustração”, ele explica. Para ser um bom líder, é indispensável administrar bem a agenda. Abuse da função “não perturbe” do seu celular e defina – usando o seu calendário corporativo – uma jornada de trabalho compatível com seus objetivos de vida.