Vendas no varejo na zona do euro sobem em janeiro

Com impulso da Alemanha, crescimento em janeiro teve o ritmo mais acelerado desde maio de 2013

Bruxelas – Consumidores alemães ajudaram as vendas no varejo na zona do euro em janeiro a crescer ao ritmo mais rápido desde maio de 2013, bem mais que o esperado e o sinal mais recente da melhora da confiança dos consumidores num bloco que busca superar a estagnação econômica.

As vendas em janeiro cresceram 1,1 por cento ante dezembro, informou nesta quarta-feira o escritório de estatísticas da zona do euro, Eurostat, uma leitura muito melhor que o aumento de 0,1 por cento previsto por economistas em pesquisa da Reuters.

Os gastos de motoristas com combustíveis foram particularmente fortes, embora as vendas no varejo sejam voláteis e normalmente revisadas.

Na comparação anual, as vendas no varejo subiram 3,7 por cento, a alta mais forte desde agosto de 2005 e superando expectativas de um crescimento de 1,9 por cento.

O melhor desempenho da Alemanha em sete anos estava por trás da alta impressionante, sugerindo que os preços mais baratos de petróleo, baixas taxas de juros e confiança mais robusta estão ajudando varejistas na maior economia da Europa.

Europeus estão preocupados com a falta de uma recuperação forte da recessão, enquanto orçamentos são apertados por um desemprego recorde, cortes em gastos de governos e custos altos de energia.