Vendas no varejo alemão caem inesperadamente em fevereiro

Recuo foi de 1,1% em base mensal e em termos reais,

Berlim – As vendas no varejo da Alemanha caíram inesperadamente em fevereiro, recuando 1,1 por cento em base mensal e em termos reais, minando as esperanças de que o consumo privado vá sustentar a maior economia da Europa no primeiro trimestre.

O indicador reconhecidamente volátil caiu em quatro dos últimos cinco meses, contrastando com as expectativas de que o varejo se mantivesse bem à luz do robusto mercado de trabalho. Economistas consultados pela Reuters tinham previsto que as vendas no varejo aumentassem 1,2 por cento no mês.

Em base anual, as vendas no varejo subiram 1,7 por cento, em parte graças ao dia adicional em fevereiro de 2012, superando a previsão de consenso de um ganho de 0,1 por cento.

As vendas no varejo de janeiro foram revisadas para cima, para uma queda de 1,2 por cento no mês, de um declínio de 1,6 por cento informado anteriormente. Em base anual, as vendas também foram revisadas para cima, para um ganho de 1,7 por cento, ante 1,6 por cento.