Venda de veículos importados tem queda de 45,3%, diz Abeifa

Ao todo, foram 3.672 unidades vendidas no mês. Na comparação com o volume de dezembro de 2015, houve recuo de 25,3%

São Paulo – Com a continuação de um cenário desfavorável ao consumo e a valorização do dólar em relação ao real, a venda de veículos importados no Brasil registrou queda de 45,3% em janeiro deste ano ante igual mês do ano passado, informou nesta quinta-feira, 4, a Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores).

Ao todo, foram 3.672 unidades vendidas no mês. Na comparação com o volume de dezembro de 2015, houve recuo de 25,3%.

Para o presidente da Abeifa, Marcel Visconde, o resultado mostra que o ano começa da mesma forma como terminou 2015, quando as vendas tiveram queda de 36% sobre o nível de 2014.

“Isto sinaliza que o consumidor ainda permanece refratário e aguardando sinais nítidos de que haverá melhora da economia”, disse.

Em nota, a Abeifa diz ainda que “a taxa de câmbio continua impactando fortemente todas as atividades de importação”.

Algumas das associadas da Abeifa, além de importar, também fabricam veículos no Brasil: BMW, Chery e Suzuki.

Considerando as vendas de modelos fabricados por estas marcas no País, houve baixa de 56,9% em janeiro deste ano em comparação com dezembro, para apenas 634 unidades.