Uruguai e Bolívia negociam saída comercial ao mar

A Bolívia, que não tem saída direta para o mar e não faz fronteira com o Uruguai, usa os portos do país para embarcar algumas de suas exportações

Os chanceleres do Uruguai e da Bolívia realizaram uma reunião nesta quinta-feira em Montevidéu, na qual discutiram mecanismos para consolidar a saída de produtos bolivianos ao mar pelos portos uruguaios.

“O Uruguai dispõe de dois espaços com ancoradouro e depósito para produtos bolivianos” nos portos de Nueva Palmira e Montevidéu, disse o chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, numa coletiva de imprensa com seu equivalente boliviano, Fernando Huanacuni.

A Bolívia, que não tem saída direta para o mar e não faz fronteira com o Uruguai, usa os portos do país para embarcar algumas de suas exportações.

O ministro boliviano qualificou de “ótimo” o nível de comércio bilateral entre Uruguai e Bolívia, que está tramitando sua adesão ao Mercosul como membro pleno – atualmente, é um membro associado externo.