Um quarto dos shoppings americanos fechará até 2022, prevê banco

Um dos maiores símbolos do capitalismo está em franca decadência nos Estados Unidos

São Paulo – Os shopping centers, um dos maiores símbolos do capitalismo americano, estão em franca decadência no país.

20% a 25% dos shopping centers nos Estados Unidos devem fechar no espaço de 5 anos, de acordo com um relatório recente do banco Credit Suisse.

Se confirmado, isso significaria o fechamento de 240 a 300 dos cerca de 1.200 shoppings existentes hoje no país.

Os números são do CoStar Group, fornecidos pelo Conselho Internacional de Shopping Centers, e se referem apenas aos grandes shoppings fechados.

O declínio do movimento de pessoas nesses espaços já dura alguns anos e segundo o relatório, é um fenômeno estrutural.

Um dos problemas é o fechamento acelerado de lojas: só neste ano já foram 3.600, um número que deve chegar a 8.640 no balanço do ano, segundo estimativa do banco.

Se confirmado, seria mais de 4 vezes o total de 2016. O nível mais alto de fechamento de lojas registrado até agora foi em 2008, com 6.163.

Um dos motivos é a concorrência do mercado eletrônico, cada vez mais competitivo em preço, agilidade e oferta de produtos.

A estimativa do Credit Suisse é que a parcela do comércio eletrônico nas vendas do vestuário pule dos 17% atuais para 37% em 2030.

Outro fator é a ascensão dos outlets, que estão ganhando mercado e não costumam ficar em shoppings.

No Brasil, os 20 shopping centers abertos no ano passado operam com uma vacância média de 55% – ou seja, mais da metade das lojas estão vagas.

2016 foi a primeira vez em pelo menos 12 anos em que os shoppings brasileiros fecharam mais lojas do que abriram.

Mas como o Brasil viveu uma profunda recessão que só agora está dando sinais de melhora, é cedo para dizer até que ponto os shoppings têm futuro por aqui.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. ViP Berbigao

    Esnobaram dos rolezinhos… só pq fugiam do calor para o ar-condicionado… não é difícil prever o futuro desse seguimento…. hehe

  2. Guarulhense O Guarulhense

    O Sr. Trump, fara de tudo para que isso se reverta se for preciso quebrara a america latina inteira, pois o sonho americano tem que prevalecer, o capitalismo tem que sustentar a qualquer custo, bando de cegos que não vem um palmo a sua frente.

    1. O que a porra de uma coisa tem a ver com a outra oww seu animal de tetas???

  3. Como sempre mais uma análise superficial em cima de uma reportagem gringa mal traduzida: ok… vamos lá vou dar uma pista grátis do porquê os Shoppings por lá estão fechando ( e incluindo os outlets, idiotas – vcs mesmo usaram a imagem de um aí para falar sobre isso… aiai)…. O que leva os Shoppings a estarem fechando nos USA é em parte sim o comércio eletrônico em outra parte a insustentabilidade e concorrência destes centros entre si em cidades de porte não proporcional (lá não é Brasil, país fechado, então é normal) e em outra parte os sentimentos de segurança que os americanos têm e por isso os fazem querer aproveitar o dia com compras “ao ar livre” isso nas pequenas e médias cidades tranquilas em que vivem além do quê há uma reavivamento de estimular os negócios locais dando preferÊncia a eles ao invés das grandes lojas… pronto. .. simples né? Contratem ao menos estagiários que viajam para fora e observem estes aspectos e não vão apenas para fumar maconha e fazer selfie…