UE prolonga sanções contra a Rússia por seu papel na Ucrânia

Os 28 países do bloco aprovaram a prorrogação por seis meses das medidas, que expiravam no fim de janeiro

A União Europeia prolongou formalmente nesta segunda-feira até 31 de julho as sanções econômicas impostas a Rússia em 2014, após a queda de um avião comercial na região leste pró-Moscou da Ucrânia, uma prorrogação definida pelos governantes europeus na quinta-feira.

Os 28 países do bloco aprovaram a prorrogação por seis meses das medidas contra setores energéticos, de defesa e bancos, que expiravam no fim de janeiro, “depois de avaliar a aplicação dos acordos de Minsk” que pretendem acabar com o conflito, afirma um comunicado do Conselho da UE.