Tóquio anuncia orçamento de até US$ 15,2 bi para Jogos de 2020

A organização propôs reduzir o orçamento após um painel de analistas concluir que poderia ele disparar aos 3 trilhões de ienes (US$ 25,6 bilhões)

Tóquio – O comitê organizador de Tóquio 2020 anunciou nesta quarta-feira que o orçamento para a realização dos Jogos Olímpicos será de entre 1,6 e 1,8 trilhões de ienes (US$ 15,2 bilhões).

A organização dos próximos Jogos propôs reduzir o orçamento depois que um painel de analistas independente concluiu que poderia disparar até os 3 trilhões de ienes (US$ 25,6 bilhões) Também o Comitê Olímpico Internacional (COI) pediu cortes e Tóquio 2020 aceitou finalmente uma maior redução orçamentária.

O novo montante foi apresentado oficialmente hoje após uma reunião entre o Comitê Olímpico Internacional (COI), o comitê organizador de Tóquio 2020 e os governos do Japão e da Prefeitura de Tóquio.

No encontro participaram o vice-presidente do COI, John Coates, que preside a comissão de coordenação dos Jogos; o diretor-executivo do organismo, Christophe Dubi; o presidente do comitê organizador de Tóquio 2020, Yoshiro Mori; a governadora de Tóquio, Yuriko Koike; e a ministra japonesa encarregada dos Jogos Olímpicos, Tamayo Marukawa.

Durante o encontro realizado através de videoconferência, também foi aprovado formalmente a construção de um novo estádio de vôlei para os Jogos, o Ariake Arena.

Em sua tentativa de economizar dinheiro, os organizadores de Tóquio 2020 modificaram até agora mais de um terço das sedes das competições esportivas com relação ao programa original.