TCU revoga medida que suspendia leilão da Três Irmãos

O leilão foi realizado em março e teve apenas um grupo interessado, formado pela estatal Furnas e um fundo de investimento

Brasília – O Tribunal de Contas da União revogou nesta quarta-feira, 20, a medida cautelar que suspendia o resultado do leilão da Usina hidrelétrica de Três Irmãos.

O leilão foi realizado em março e teve apenas um grupo interessado, formado pela estatal Furnas e um fundo de investimento.

O TCU havia concedido medida cautelar que impedia a celebração do contrato de concessão decorrente do leilão, pois avaliava que era necessário garantir a continuidade e o correto funcionamento das eclusas e do canal que ficaram fora da disputa entre o governo federal e o Estado de São Paulo antes que o novo contrato fosse assinado.

Nesta quarta-feira, contudo, o ministro relator do caso, José Jorge, decidiu revogar a medida cautelar, decisão que foi referendada pelo plenário.