Dólar R$ 3,27 -0,54%
Euro R$ 3,65 0,07%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,36% 64.085 pts
Pontos 64.085
Variação 1,36%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -6,09% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 17:20 FONTE

São Paulo tem um dos mercados imobiliários mais frios do mundo

"O mercado imobiliário brasileiro segue deprimido em meio a uma crise econômica em andamento e um cenário político incerto", diz o relatório.

São Paulo – O mercado imobiliário paulistano está entre os mais fracos do mundo, de acordo com números divulgados hoje pelo Global Property Guide.

Os preços de imóveis na cidade caíram 1,23% no 3º trimestre em relação ao trimestre anterior na conta com ajuste pela inflação.

Na comparação com o 3º trimestre de 2015, a queda foi de 7,71%, ainda maior do que os 5,54% registrados no ano imediatamente anterior.

“O mercado imobiliário brasileiro segue deprimido em meio a uma crise econômica em andamento e um cenário político incerto”, diz o relatório.

Dos 46 mercados monitorados, só 2 tiveram resultado pior do que o nosso: Catar (queda anual de 13,32%) e Rússia (queda anual de 11,34%).

Os mercados mais fortes foram Xangai, na China (alta anual de 24,3%), seguido de Islândia (10,85%), Canadá (10,18%) e Romênia (9,02%).

De forma geral, a Europa aparece em destaque com 7 dos 10 mercados mais fortes enquanto a Ásia mostra enfraquecimento e o Oriente Médio segue deprimido.

Veja o top 10 na conta ajustada pela inflação:

País (cidade) Alta no 3º tri Alta anualizada no 3º tri
China (Xangai) 5,56% 24,32%
Islândia 5,40% 10,85%
Canadá 4,59% 10,18%
Romênia 2,74% 9,02%
Alemanha 0,17% 8,64%
Suécia 3,25% 7,56%
Irlanda 5,98% 7,43%
Latvia (Riga) 3,82% 7,32%
Estônia (Tallinn) 4,99% 7,20%
Japão (Tóquio) 2,80% 6,56%

E os 10 últimos também na conta ajustada pela inflação:

País (cidade) Alta no 3º tri Queda anualizada no 3º tri
Singapura -1% -2,89%
Ucrânia (Kiev) -0,75% -2,93%
Taiwan -0,73% -2,95%
Filipinas (Makati) -1,15% -5,14%
Montenegro -0,12% -5,33%
Hong Kong 6,08% -5,90%
Mongólia 1,63% -6,66%
Brasil (São Paulo) -1,23% -7,71%
Russia -2,02% -11,34%
Catar -10,98% -13,32%

E o top 10 na conta de preços nominais, sem ajuste pela inflação:

País (cidade) Alta no 3º tri Alta anualizada no 3º tri
China (Xangai) 6,62% 27,23%
Islândia 5,96% 12,85%
Egito 16,03% 12,68%
Turquia (Istambul) 0,46% 12,55%
Canadá 4,35% 11,69%
Alemanha 0,54% 9,35%
Suécia 3,42% 8,70%
Romênia 2,45% 8,40%
Latvia (Riga) 3,27% 7,97%
Noruega 1,94% 7,96%

E os 10 últimos também na conta de preços nominais, sem ajuste pela inflação:

País (cidade) Alta no 3º tri Alta anualizada no 3º tri
Emirados Árabes Unidos (Dubai) 0,08% -1,77%
Ucrânia (Kiev) -0,43% -1,85%
Taiwan -0,28% -2,26%
Filipinas (Makati) -0,74% -2,99%
Singapura -1,50% -3,09%
Hong Kong 6,91% -3,46%
Montenegro 0,67% -4,86%
Rússia -1,05% -5,27%
Mongólia -0,98% -7,32%
Catar -9,98% -10,94%

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. jj guimaraes

    Os idiotas dos bancos de investimentos, que viviam dizendo que estávamos em plena bolha imobiliária, agora desapareceram!

  2. Paulo Rogerio Gaeta

    Tudo muito relativo caríssimos amigos.
    No bairro do Chelsea em Londres, o m2 de casas geminadas, sem garagem, custa em média 24 mil Libras por m2.
    Como já disse tudo muito relativo.

  3. Paulo Rogerio Gaeta

    Tudo muito relativo caríssimos amigos.
    No bairro do Chelsea em Londres, o m2 de casas geminadas, sem garagem, custa em média 24 mil Libras por m2.
    Como já disse tudo muito relativo.

    1. Paulo Rogerio Gaeta

      24 mil libras = R$ 100 mil