Safra de soja 2016/17 é estimada em recorde de 103,8 mi toneladas

Números da Conab ficaram próximos da previsão apontada em uma pesquisa da Reuters, que indicou uma safra de 103,5 milhões de toneladas

São Paulo – A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimou nesta terça-feira a safra de soja 2016/17 do Brasil em um recorde de 103,8 milhões de toneladas, ante 102,45 milhões de toneladas na previsão de dezembro, com o clima favorecendo as lavouras, informou a estatal em relatório.

O número da Conab ficou próximo da previsão apontada em uma pesquisa da Reuters na sexta-feira, que indicou uma safra de 103,5 milhões de toneladas. A soja é a principal cultura do Brasil, maior exportador global da oleaginosa.

Produtores do país, que deverá exportar um recorde de 57 milhões de toneladas de soja em 16/17, segundo a Conab, já realizam as primeiras colheitas do produto.

Na safra passada, atingida por uma seca, o Brasil produziu 95,4 milhões de toneladas e exportou 51,6 milhões.

A Conab também elevou a projeção para a safra de milho a 84,5 milhões de toneladas, na comparação com 83,8 milhões da previsão anterior. Isso deve significar uma forte recuperação ante a temporada passada, quando a estiagem reduziu a produção do cereal para 66,6 milhões de toneladas.

Mas o número da Conab ficou abaixo da previsão de analistas, segundo pesquisa da Reuters, que apontou 88,1 milhões de toneladas.

No seu quarto levantamento para a safra 2016/17, a Conab estimou a produção total de grãos e oleaginosas do Brasil em 215,3 milhões de toneladas, aumento de 15,3 por cento em relação à safra passada.

“Esse resultado representa um aumento na produção de 28,6 milhões toneladas. Cabe ressaltar que este incremento é influenciado fortemente pela produtividade média das culturas que, nesta safra, recupera-se da influência negativa das condições climáticas na safra passada”, afirmou a Conab em nota.

A produção de algodão em pluma foi estimada em 1,42 milhão de toneladas, praticamente estável ante dezembro, o que representa um aumento de 10 por cento na comparação com a temporada anterior.

A safra de trigo do país de 2016 foi projetada em um recorde de 6,73 milhões de toneladas, ante 6,7 milhões na projeção anterior, o que representa um aumento de mais de 1 milhão de toneladas ante a safra anterior.