Rússia teria cortado produção de petróleo em 100 mil bpd no mês

Segundo fontes da Reuters, produção de petróleo e gás condensado ficou em uma média de 11,1 milhões de barris por dia (bpd) no período de 1 a 8 de janeiro

Moscou – A Rússia cortou sua produção de petróleo no início de janeiro em cerca de 100 mil barris por dia ante o mês anterior, após um acordo com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para limitar a oferta global da commodity, disseram à Reuters duas fontes do setor de energia nesta segunda-feira.

A produção de petróleo e gás condensado da Rússia ficou em uma média de 11,1 milhões de barris por dia (bpd) no período de 1 a 8 de janeiro, segundo as duas fontes.

O número representa baixa ante os 11,21 milhões de bpd de dezembro e os 11,247 milhões de bpd de outubro.

As fontes não comentaram o motivo da queda e nem o nome das empresas que reduziram a produção.

Os cortes vêm em meio a uma onda de frio na Rússia e em sua região produtora de petróleo, principalmente a Sibéria Ocidental, onde as temperaturas alcançaram mínimas de 60 graus Celsius negativos.

O ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, disse que a meta para a produção russa é 10,947 milhões de bpd, após o acordo fechado com a Opep. Ele também disse que a Rússia pretende reduzir sua oferta em 200 mil bpd no primeiro trimestre e atingir cortes de 300 mil bpd depois disso, conforme acertado com a Opep.