Rio pagará salários da educação e segurança nesta sexta-feira

Em crise, o estado vem pagando os servidores dessas áreas prioritariamente. Outras categorias do funcionalismo ainda não receberam o mês de março

Rio – O governo do Estado do Rio divulgou nesta quinta-feira, 11, que vai depositar na sexta-feira (12) os salários integrais de abril dos servidores ativos da educação, do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase) e de todos os servidores ativos, inativos e pensionistas da Polícia Militar, Polícia Civil, bombeiros, agentes penitenciários e demais funcionários das secretarias de Segurança e Administração Penitenciária, além de órgãos vinculados.

Em crise, o Estado vem pagando os servidores dessas áreas prioritariamente. Outras categorias do funcionalismo ainda não receberam o mês de março. O 13º salário do ano de 2016 ainda não foi pago.

“Todos os esforços estão concentrados para a conclusão da folha salarial de março. Diante da escassez de recursos, o governo do Estado manteve a decisão de priorizar o pagamento dos salários dos servidores da segurança”, afirmou o governo, em nota enviada nesta quinta-feira.

Ao todo, serão depositados R$ 915 milhões. O Estado ressalta que está conseguindo fazer os pagamentos no 9º dia útil do mês, quando havia anunciado que isso seria feito somente do décimo dia útil (segunda-feira, dia 15). Isso foi possível porque a arrecadação de receitas no último mês foi acima do que havia sido previsto.

O Estado informou que o pagamento dos ativos da educação sairá por conta dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), federais; os salários da segurança serão pagos com verbas do Tesouro. Os vencimentos serão depositados ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário.