Premiê chinês diz que abrirá mais o país a indústrias e serviços

Declarações foram dadas no momento em que o presidente Xi Jinping busca projetar a China como o maior defensor do livre comércio no mundo

Xangai – O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, afirmou que o país vai abrir ainda mais seus setores de serviços, indústria e mineração, noticiou nesta terça-feira a agência de notícias Xinhua, mesmo que as empresas estrangeiras tenham dificuldades com políticas protecionistas.

As declarações do primeiro-ministro foram dadas no momento em que o presidente Xi Jinping busca projetar a China como o maior defensor do livre comércio no mundo e apesar das recentes observações de algumas empresas estrangeiras de que elas são menos aceitas na China agora do que no passado.

Li afirmou na segunda-feira que a China vai agilizar procedimentos administrativos para investimentos externos, disse o premiê segundo a Xinhua em uma reunião realizada durante o Fórum de Desenvolvimento da China.

A China dá apoio para que empresas estrangeiras sejam listadas e emitam bônus no país, além de participarem de programas nacionais de ciência e tecnologia e projetos de infraestrutura, disse Li.