Preço do barril da Opep supera US$ 50 pela 1º vez em 15 meses

O petróleo de referência da Opep já subiu quase 13% desde que o grupo anunciou que reduzirá sua produção a partir de janeiro

Viena – O barril de referência da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) foi cotado na última sexta-feira a US$ 50,49, superando assim a barreira dos US$ 50 pela primeira vez desde julho de 2015, informou nesta segunda-feira em Viena, na Áustria, o grupo petroleiro.

O petróleo de referência da Opep já subiu quase 13% desde que o grupo anunciou na última quarta-feira que reduzirá sua produção em 1,2 milhões de barris a partir de janeiro para diminuir o excesso de oferta que manteve os preços em baixa nos dois últimos anos.

Ao anunciar esse corte, o primeiro desde 2008, a Opep assegurou que vários grandes produtores, entre eles a Rússia, também tomarão parte nessa estratégia, retirando do mercado outros 600 mil barris diários.

Se a cotação do barril da Opep já disparou 10% após a divulgação desse acordo, o petróleo teve uma apreciação de mais 2,3% na sexta-feira.

O valor do petróleo da Opep não superava a barreira dos US$ 50/barril desde 31 de julho de 2015 e esteve submetido a fortes pressões que o levaram ao mínimo de US$ 22 no início deste ano.