Postegar a busca pela meta de inflação traria custos, diz Ilan

Presidente do Banco Central afirmou que a instituição continuará trabalhando com afinco e serenidade

São Paulo  – O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou nesta terça-feira que haveria custos postergar a busca pelo centro da meta de inflação e reforçou que a autoridade monetária “é sensível” ao nível de atividade e que a leva em consideração nas suas decisões.

Ilan, que participou de evento em São Paulo nesta manhã, afirmou ainda que o BC continuará trabalhando com afinco e serenidade.

“Todos nós queremos juros mais baixos. Esse é também o desejo do Banco Central. A questão é como chegar lá”, afirmou ele, segundo apresentação divulgada pelo BC em seu site.