Portugal reduziu seu déficit público a 4,2% em 2011

Em 2010, o déficit de Portugal foi de 9,8% do Produto Interno Bruto

Lisboa – O déficit público de Portugal, que está sob assistência financeira, representou 4,2% do PIB em 2011, melhorando o objetivo de 5,9% fixado por seus credores, anunciou nesta sexta-feira o Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Em 2010, o déficit de Portugal foi de 9,8% do Produto Interno Bruto.

Segundo o Instituto, o resultado se deve, entre outras coisas, ao impacto de uma transferência excepcional de fundos de pensão privados ao setor público, uma manobra que foi autorizada pelos credores do país, a UE e o Fundo Monetário Internacional.

A transferência, de um valor de cerca de 6 bilhões de euros, foi equivalente a 3,5% do PIB e sem esta operação, o déficit de 2011 teria ficado em 7,7%.

Em troca de um plano de resgate de 78 bilhões de euros, em acordo firmado com a UE e o FMI em maio do ano passado, Portugal se comprometeu a aplicar um exigente programa de austeridade e reformas para sanear suas contas públicas e reativar seu crescimento.

Lisboa se comprometeu a reduzir seu déficit para 4,5% este ano e para 3% em 2013.