Por gripe aviária, EUA tentam exportar ovos para Coreia do Sul

Países estão negociando os termos de potenciais embarques na tentativa de amenizar os efeitos do surto da doença no país asiático

Chicago – Funcionários dos Estados Unidos estão buscando urgentemente um acordo com a Coreia do Sul que permita a importação de ovos norte-americanos, para que os criadores possam lucrar com a escassez causada pelo pior surto de gripe aviária da história do país asiático.

Os dois lados estão negociando os termos de potenciais embarques, depois que a Coreia do Sul suspendeu a importação de ovos norte-americanos quando os EUA lutaram com seu próprio surto de gripe aviária no ano passado, de acordo com o Departamento de Agricultura dos EUA.

Se um acordo for alcançado, as remessas dos EUA poderiam trazer algum alívio para os sul-coreanos, que enfrentaram o aumento dos preços dos ovos e o racionamento desde o início do surto no mês passado.

As remessas de ovos também ajudariam os agricultores dos EUA a lidar com o excesso de oferta que está levando à queda dos preços.