Populismo ameaça crescimento global, diz Fitch

"O risco de choques políticos afetando a perspectiva para o investimento privado aumentou", disse a Fitch

São Paulo – Em um relatório divulgado nesta segunda-feira, a agência de classificação de risco Fitch Ratings disse que os riscos para o crescimento econômico dos países desenvolvidos aumentou nos últimos meses, em razão da escalada do populismo em muitos países.

“O risco de choques políticos afetando a perspectiva para o investimento privado aumentou”, disse a Fitch. “Ao mesmo tempo, a capacidade dos bancos centrais em estimular um crescimento mais sólido parece ter diminuído”, avalia a Fitch.

Em seu relatório bimestral para a Perspectiva Econômica Global, a Fitch ainda revisou para baixo suas perspectiva de crescimento para o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos em 2016 de +1,8%, para +1,4%.

“Considerando que o crescimento da economia da zona do euro parece ter atingido seu auge no começo de 2016, e que não houve mudança nas estimativas da Fitch para o crescimento do Reino Unido e do Japão, a perspectiva para o crescimento dos países desenvolvidos é melhor descrita como baixa”.

“O crescimento da economia dos países desenvolvidos em 2016 e 2018 dificilmente será melhor que a média de 1,5% observada entre 2011 e 2015. Além disso, os riscos para o crescimento desses países aumentaram”.

“A ascensão do populismo observada em muitos países desenvolvidos pode ser um precursor para um aumento do protecionismo e a escalada das tensões para a fragmentação da zona do euro. As duas coisas aumentaria a incerteza e prejudicaria as perspectivas para o crescimento do setor privado”, avalia a Fitch.