Pessimismo com economia aumenta 29 pontos em um ano

Preocupação com futuro dispara, mas aumenta a proporção dos que pretendem tomar crédito pessoal ou para compra de carro

São Paulo – A percepção sobre a economia brasileira piorou em 2015, e 85% dos consumidores estão pretendendo economizar mais.

Os números são de uma pesquisa feita pela Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi) com a TNS Brasil, empresa global de pesquisa de mercado. Foram ouvidas mais de 1 mil pessoas de todas as regiões com idade entre 18 e 65 anos. 

A situação do país é classificada como ‘ruim’ ou ‘péssima’ por 66% dos entrevistados, um aumento de 29 pontos percentuais em relação ao ano passado. A preocupação com o futuro foi de de 47% para 68% no período.

62% dos pesquisados acreditam que a situação do crédito vai piorar, contra 26% que acham que ficará igual e 12% que acreditam que vai melhorar. 

Curiosamente, o índice dos que pretendem tomar empréstimo para comprar um carro continua igual ao ano passado (51%) e o dos que planejam fazer empréstimo pessoal foi de 15% em 2014 para 22% este ano.

Já a proporção dos que querem fazer empréstimo consignado foi de 12% para 8% de um ano para o outro, enquanto a intenção de crédito para compra de eletrodoméstico foi de 17% para 10% no período. Em relação a crédito para imóvel, a queda foi de 61% para 55%.