Para Mantega, chora e joga farpas quem queria juro alto

Quem quiser ganhar mais dinheiro deve aplicar em debêntures, afirmou o ministro da Fazenda

Brasília – Sob forte pressão por conta do crescimento mais baixo que o esperado da economia brasileira, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, avalia que “farpinhas” fazem parte do jogo. Depois de encontro nacional de novos prefeitos em Brasília nesta quarta-feira, o ministro atacou aqueles que “choram” porque os juros estão mais baixos no País. “Alguns estão choramingando mais, jogando farpinhas. É do jogo.”

Ele recomendou que quem quiser ganhar mais dinheiro no Brasil deve aplicar em debêntures, que garantem maior rentabilidade, classificando os juros do País no patamar anterior como “vergonhosos”. Mantega destacou que a queda dos juros vai permitir aos brasileiros produzir e consumir mais. Na avaliação interna do governo, as críticas à política econômica partem daqueles que deixaram de ganhar com a queda dos juros.

Transparência

Para defender a política fiscal do governo e a estratégia adotada para aumentar o superávit primário no ano passado, Mantega aproveitou a ocasião para ressaltar “as práticas transparentes e rigorosas” de procedimentos orçamentários. “No passado, faziam-se, digamos, talvez, manipulações que nós não fazemos. Tudo que fazemos é transparente, sai no Diário Oficial e está dentro da lei.”

Mantega disse que a lei orçamentária e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) previam a possibilidade de abatimento da meta. Mantega afirmou ainda que o uso de recursos do fundo soberano é totalmente legítimo. “O fundo soberano tinha recursos primários, é uma poupança que nós fizemos, e usamos parte dela.” O ministro afirmou ainda que essas ações fizeram parte do conjunto de medidas anticíclicas adotadas pelo governo. “Foi tudo perfeito.”