Os melhores lugares na Europa para comer, beber e fumar

28 países da UE foram avaliados com base em “políticas paternalistas” como impostos e restrições ao uso e publicidade de produtos considerados nocivos

São Paulo – Você gosta de beber, comer e fumar?

Se for para a Europa, os melhores destinos para você são República Tcheca, Alemanha e Eslováquia. Fuja de Finlândia, Reino Unido e Irlanda.

A classificação vem do “índice do Estado babá”, projeto do centro de políticas públicas europeu Epicenter em parceria com seis think tanks de defesa do livre mercado.

Os 28 países da União Europeia foram avaliados com base em suas “políticas paternalistas”, como impostos altos e restrições ao uso e publicidade de produtos considerados nocivos.

São três categorias com o mesmo peso cada: álcool, alimentação e nicotina (subdividida entre tabaco e cigarros eletrônicos).

De acordo com o ranking, políticas como esta “reduzem a qualidade de vida do indivíduo” ao limitar a escolha e a informação, reduzir a qualidade, criar inconveniências e estigmatizar os consumidores.

“Os ‘impostos do pecado’ incidem mais pesadamente sobre os pobres. Os preços altos alimentam o mercado negro. Banir a publicidade restringe a competição e estrangula a inovação. Banir o fumo prejudica pubs e boates. Regulação excessiva cria burocracia excessiva e drena recursos policiais”, diz o relatório.

O texto destaca que 2016 foi um ano ruim para os cigarros eletrônicos: Finlândia, Hungria e Polônia se juntaram à lista dos países que restringem seu uso nos mesmos moldes de cigarros comuns.

Não foi avaliado até que ponto essas regulações são efetivamente cumpridas, e sim o que está no papel.

Veja o ranking completo do país mais ao menos restritivo:

  1. Finlândia
  2. Reino Unido
  3. Irlanda
  4. Hungria
  5. Suécia
  6. França
  7. Latvia
  8. Lituânia
  9. Polônia
  10. Grécia
  11. Eslovênia
  12. Bélgica
  13. Croácia
  14. Estônia
  15. Chipre
  16. Itália
  17. Malta
  18. Dinamarca
  19. Espanha
  20. Bulgária
  21. Portugal
  22. Romênia
  23. Áustria
  24. Holanda
  25. Luxemburgo
  26. Eslováquia
  27. Alemanha
  28. República Tcheca