Dólar R$ 3,27 -0,54%
Euro R$ 3,65 0,07%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,36% 64.085 pts
Pontos 64.085
Variação 1,36%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -6,09% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 17:20 FONTE

Onde a inflação pesou (e aliviou) no seu bolso em setembro

IPCA, divulgado nesta sexta-feira (7) pelo IBGE, tem a menor taxa para o mês de setembro desde 1998


São Paulo — De agosto para setembro, a inflação no país desacelerou de 0,44% para 0,08%. A taxa é a menor registrada desde julho de 2014, quando subiu 0,01%, e a menor registrada para o mês de setembro desde 1998. 

Dos nove grupos de produtos e serviços que compõem o índice, apenas três tiveram aceleração na taxa de crescimento de preços. São eles: Habitação (de 0,30% em agosto para 0,63% em setembro), Vestuário (de 0,15% para 0,43%) e Comunicação (de -0,02% para 0,18%).

O grupo Alimentação e Bebidas, que até então era o vilão do bolso dos brasileiros, apresentou a maior desaceleração em setembro (-0,29%). No ano, o segmento registra alta de 8,80%. 

No acumulado de 2016, a inflação tem alta de 5,51% —bem abaixo do que era no mesmo período do ano passado, de 7,64%. 

Navegue pelas fotos e veja a alta (ou a queda) no último mês dos grupos monitorados pelo IBGE e o impacto sobre o resultado final do IPCA