O peso dos impostos nos itens de carnaval (na caipirinha é 81%)

A carga tributária também é grande no figurino (39,25% no colar havaiano), música (27,25% no pandeiro) e sexo (16,25% no preservativo).

São Paulo – Quem curtir uma caipirinha neste carnaval estará pagando mais de 81% em impostos.

A carga tributária também é grande no figurino (39,25% no colar havaiano), música (27,25% no pandeiro) e sexo (16,25% no preservativo).

Os números foram calculados pela BDO, uma das maiores empresas internacionais de contabilidade, auditoria e consultoria tributária.

A carga tributária brasileira encerrou 2015 em 32,66% do PIB, ante 32,42% em 2014, porque o PIB caiu mais do que a arrecadação de tributos, segundo a Receita Federal.

Os números compilados pelo Termômetro Tributário do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) até agosto do ano passado mostram outro cenário.

Eles apontam que depois da chegar a 34% do PIB em 2011, a carga tributária caiu todos os anos desde então, com a renúncia de receitas promovida pelo governo contribuindo para a crise fiscal.

Mas a questão não é só quanto tributar, mas o que tributar. Bebidas alcoólicas e tabaco são bons alvos – os impostos servem para desestimular o consumo e arrecadar os recursos para compensar seus efeitos negativos na sociedade.

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou nesta quinta-feira que uma reforma tributária será encaminhada ao Congresso no segundo semestre e deve mudar o foco da tributação:

“A verdade é que tributamos muito o consumo e muito pouco a renda e os ganhos de capital. Temos que aprender a fazer como fazem os povos desenvolvidos, que tributam mais a renda e os ganhos de capital e menos o consumo”, afirmou o ministro.

Veja o peso dos impostos em 9 produtos de alto consumo no carnaval:

Caipirinha: 81,01%

Cachaça: 75,47%

Confete-serpentina: 54,25%

Buzina de gás: 47,25%

Fantasia carnaval: 47,25%

Cerveja lata 350 ml: 45,24%

Refrigerante lata 350 ml: 42%

Colar havaiano: 39,25%

Água garrafa 500 ml: 34,83%

Pandeiro: 27,25%

Tamborim: 27,25%

Preservativo: 16,25%

Ingresso carnaval: 14,25%

Hospedagem: 8,65%

Veja também