O peso dos impostos em 9 produtos escolares

O peso dos impostos é de 27,5% em um simples lápis e representa mais da metade (62,34%) do preço de uma régua

São Paulo – 2017 começou, e com ele a temporada de compra do material escolar de crianças e adolescentes para o ano letivo.

O peso dessa categoria no orçamento familiar é significativo e os impostos estão entre os principais responsáveis.

É o que mostram números divulgados pela BDO, uma das maiores empresas internacionais de contabilidade, auditoria e consultoria tributária.

O peso dos impostos é de 27,5% em um simples lápis e representa mais da metade (62,34%) do preço de uma régua.

“Isto acaba prejudicando o consumidor, pois os pais também precisam se preocupar com a matrícula dos alunos e ainda conciliar esses gastos com os demais tributos do início do ano”, comenta Valmir Oliveira, diretor para a área de tributos da BDO.

A carga tributária brasileira encerrou 2015 em 32,66% do PIB, ante 32,42% em 2014, porque o PIB caiu mais do que a arrecadação de tributos, segundo a Receita Federal.

Os números compilados pelo Termômetro Tributário do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) até agosto do ano passado mostram outro cenário.

Eles apontam que depois da chegar a 34% do PIB em 2011, a carga tributária caiu todos os anos desde então, com a renúncia de receitas promovida pelo governo contribuindo para a crise fiscal.

Veja o peso dos impostos em 9 produtos escolares:

Régua: 62,34%

Caneta: 57,84%

Agenda Escolar: 54,83%

Fichário: 52,90%

Mochila: 49,31%

Papel Sulfite: 38,64%

Caderno: 37,39%

Lápis: 27,25%

Cola branca lavável: 27,25%