O peso de cada produto no bolso do consumidor em maio

Queda de 21% no preço das passagens aéreas e alta menor no preço dos alimentos fizeram inflação desacelerar em maio

São Paulo – A inflação desacelerou em maio: a taxa ficou em 0,46%, abaixo de abril (0,67%) e de março (0,92%).

Cinco grupos tiveram alta e quatro tiveram queda, mas alguns importantes pesaram mais.

As passagens aéreas derrubaram a alta dos Transportes e a escalada do preço dos alimentos perdeu fôlego.

Enquanto isso, itens como vestuário e artigos de residência subiram de forma expressiva.

Veja a seguir qual foi a alta e o impacto de cada grupo monitorado pelo IBGE: