São Paulo – As vendas de automóveis e veículos comerciais leves no Brasil registraram alta de 15,40% em agosto, em relação a junho, totalizando 405,5 mil emplacamentos, segundo a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

O volume foi considerado recorde pelo presidente da entidade, Flávio Meneghetti, desde a instalação da indústria automobilística no país. Esse desempenho teve relação com a expectativa do fim do benefício de redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), previsto inicialmente para 31 de agosto, mas prorrogado até outubro deste ano.

Em agosto de 2011, foram emplacados 307,8 mil veículos. De acordo com o levantamento da Fenabrave, no mês de julho deste ano ocorreram 351,4 mil emplacamentos. No acumulado do ano, as vendas registraram 2,38 milhão de veículos.

A venda de caminhões registrou alta de 5,91% em agosto, ante julho. No total, foram comercializadas 11,36 mil unidades. O volume de motocicletas vendidas também apresentou alta em agosto (1,56%), somando 140,6 mil unidades vendidas. O segmento de máquinas agrícolas vendeu 5,8 mil unidades.

A previsão da Fenabrave é que, no acumulado de 2012, sejam comercializados 2,88 milhões de automóveis.

Tópicos: Autoindústria, Caminhões, Carros, Veículos, Impostos, Leão, IPI