São Paulo - O volume de vendas de imóveis na cidade de São Paulo de janeiro a agosto de 2013 teve uma alta de 45,8% em relação ao mesmo período de 2012, segundo a última pesquisa do Mercado Imobiliário, do Secovi-SP (sindicato da habitação)De acordo com o levantamento, foram vendidas 22.638 unidades nos primeiros oito meses deste ano, ante 15.530 unidades do mesmo período do ano passado.

Além da alta no acumulado do ano, a pesquisa mostra também que houve um crescimento de 86,2% nas vendas do mês de agosto deste ano, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Conforme mostra o estudo, foram vendidas 3.464 unidades em agosto de 2013, ante 1.860 unidades de agosto de 2012.

O número representa o terceiro maior volume de vendas para o mês desde 2004. Apenas nos meses de agosto de 2008 e 2009 o volume foi maior, quando 4.146 e 3.578 unidades foram comercializadas, respectivamente.

Na comparação com o mês de julho de 2013, quando foram vendidos 1.674 imóveis, houve um aumento de 106,9%.

O estudo mostra também que o segmento de dois dormitórios se destacou nas vendas de janeiro a agosto, representando 44,4% (10.048 unidades) do volume total.

Lançamentos

Também foi registrada uma alta no número de lançamentos. Segundo dados da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudo de Patrimônio), até o oitavo mês deste ano foram lançadas 18.261 unidades, aumento de 39,1% ante mesmo período de 2012, quando foram inugurados 13.127 imóveis.

Apenas em agosto deste ano, foram lançadas 2.875 unidades, aumento de 104,9% em relação a julho deste ano (1.403 unidades) e de 38,4% na comparação com o mês de agosto de 2012, quando foram lançadas 2.078 unidades. 

Regiões com mais lançamentos

Cinco distritos da cidade foram responsáveis por 32% do total de lançamentos do acumulado do ano. Dentre eles, a Barra Funda concentrou o maior número de unidades lançadas (1.533), seguida pela Vila Andrade, com 1.198 unidades, Vila Prudente, com 1.125, Itaim Bibi, com 1.109, e Lapa, que teve 927 novas unidades.