São Paulo - Um supermercado na Dinamarca está dando o que falar. Na luta contra o desperdício de comida, o WeFood resolveu vender alimentos que teriam como destino a lata de lixo.

Entre os itens vendidos por lá, pode estar um produto temático para um feriado que já passou, um vegetal "feio" para ser colocado nas prateleiras, uma caixa de cereais rasgada, ou um pacote de arroz branco que foi colocado em uma embalagem de arroz integral, por exemplo.

Sem contar, é claro, nos produtos que estão perto da data de vencimento.

Os preços praticados por lá são de 30% a 50% mais baixos do que em outros supermercados, segundo o The Star.

De acordo com o site local NPR, a iniciativa não é inédita mas, diferente dos "mercados sociais" destinados aos cidadãos de baixa renda, a versão dinamarquesa é intencionalmente dirigida ao público geral.

"Se você chama de 'supermercado social', fica difícil convencer os clientes a irem ao local. Quem quer ser pobre?", questiona Per Bjerre, um dos líderes da iniciativa, que afirma que o desperdício de alimentos é um problema de todos.

A maior parte dos clientes, segundo ele, faz as compras no local por razões políticas.

O estabelecimento, comandado por voluntários da uma ONG, tem os lucros revertidos para projetos que lutem contra a pobreza em outras partes do mundo.

O WeFood conta com uma ampla rede de parcerias, incluindo supermercados, importadores e pequenos produtores conta com o apoio do governo, que já se pronunciou sobre o desperdício de alimentos no país.

"É ridículo que a comida seja apenas jogada fora", criticou a ministra de Alimentos e Ambiente, Eva Kjer Hansen, na abertura do WeFood, na semana passada.

"É ruim para o meio-ambiente e é dinheiro destinado a absolutamente nada. Um supermercado com o WeFood faz muito sentido e é um passo importante na batalha para combater o desperdício de comida".

Embora esteja em funcionamento há poucos dias, a loja já é sucesso. Todos os dias, os clientes fazem fila do lado de fora, para aguardar a abertura das portas. No primeiro dia de funcionamento, praticamente todo o estoque da WeFood foi vendido.

Stadig kø langt ned ad gaden!Her flere dage efter åbningen er der stadig kø hver eftermiddag kl 15, når Wefood åbner....

Publicado por WeFood - Danmarks første butik med overskudsmad em Quinta, 25 de fevereiro de 2016


Nos últimos cinco anos, os dinamarqueses conseguiram reduzir o desperdício de comida em 25%. Segundo estimativas o país ainda joga fora 700 mil toneladas de comida por ano.

De acordo a ONU, cerca de 795 milhões de pessoas estão subnutridas no mundo todo.

E a conta não fecha: cerca de um terço de toda a comida produzida no mundo - algo em torno de 1,3 bilhão de toneladas - é desperdiçada todos os anos. O custo disso? US$ 1 trilhão por ano.

Tópicos: Alimentação, Trigo, Alimentos, Dinamarca, Europa, Países ricos, Fome, Pobreza, Setores