Washington - O superávit dos países da América Latina e do Caribe no comércio de bens com os Estados Unidos cresceu 32,9% de janeiro a fevereiro, ficando em US$ 6,4 bilhões, informou nesta quinta-feira o Departamento de Comércio dos Estados Unidos.

O superávit latino-americano e caribenho representou em fevereiro 13,2% do déficit no comércio de bens americano, que nesse mês somou US$ 48,5 bilhões.

Nos dois primeiros meses do ano, o superávit latino-americano e caribenho somou US$ 11,3 bilhões, comparado com saldo propício de US$ 10,4 bilhões no período similar de 2011.

Brasil, que teve em janeiro déficit de US$ 52 milhões em fevereiro registrou de US$ 500 milhões. Em janeiro e fevereiro do ano passado, a troca de bens favoreceu os EUA com US$ 1,9 bilhão.

Tópicos: América Latina, Brasil-EUA, Estados Unidos, Países ricos, Comércio exterior, Exportações, Importações